Estética Bucal

Descubra o clareamento dental ideal para você!

O passar dos anos, os hábitos de alimentação, o fumo e outras condições podem fazer com que o nosso sorriso acabe ficando amarelado e sem vida. Para reverter essa situação, muitas pessoas recorrem ao clareamento dental ─ uma técnica que pode ser aplicada de diversas formas e que possui resultados interessantes para a maior parte da população.

Se você também tem sofrido com seus dentes amarelados e com uma aparência pouco interessante, continue a leitura deste texto.

Como o clareamento dental funciona?

O clareamento dental, como dissemos acima, pode ser feito com algumas técnicas distintas, como o método caseiro ou o realizado em consultório. Ambos, contudo, utilizam princípios alvejantes, capazes de deixar os dentes com tons entre 5 e 7 vezes mais claros.

Os ativos mais usados são o peróxido de hidrogênio e o peróxido de carbamida, em concentrações que variam de 10% a 35%. 

Essas substâncias são responsáveis por um processo químico, no qual o oxigênio livre quebra as moléculas de pigmentos do dente em moléculas de tamanho menor dentro do esmalte e da dentina. Essas moléculas reduzidas refletem mais a luz, e fazem com que o dente pareça mais claro.

É importante salientar, no entanto, que nem todas as pessoas que se submeterem ao clareamento dental ficarão com os dentes branquíssimos. Isso porque a cor natural do seu dente é determinada pela dentina (que é amarela) e envolta pelo esmalte.

Assim, quanto mais fino for o esmalte (que é translúcido), mais amarelo o dente fica e, o contrário também vale: quanto mais mineralizado for o esmalte, mais claro é o dente.

O processo de clareamento não age nessa estrutura, ou seja, ele não é capaz de modificar a cor do seu dente, apenas a saturação da cor. Por isso, nem todo mundo consegue o mesmo resultado em termos de coloração.

O clareamento dental é indicado para todas as pessoas?

Não. Antes de se decidir por um clareamento dental é muito importante buscar auxílio de um dentista especializado, que analisará a coloração natural dos seus dentes, seus hábitos de alimentação e também questões importantes da sua saúde bucal.

O clareamento é contraindicado em algumas situações, como:

  • gestantes e lactantes;
  • pessoas que apresentam muitas restaurações;
  • pacientes com irritação gengival severa ou sensibilidade dentária;
  • fumantes;
  • pacientes com condições pré-cancerígenas;
  • pacientes que passaram por tratamento endodôntico, que possuem próteses e implantes;
  • menores de 16 anos;
  • pacientes que apresentam manchas devido ao uso de tetraciclina, fluorose dentária ou hipoplasia dentinária.

Qual a melhor técnica de clareamento dental?

Não existe uma resposta adequada a essa pergunta sem uma análise profissional, porque o melhor método dependerá das características dos seus dentes, dos seus hábitos e de outras características muito particulares.

O método caseiro apresenta resultados estáveis porque é capaz de clarear os dentes de uma maneira mais lenta e gradativa. Nessa técnica, o paciente receberá uma moldeira e um gel clareador e deverá usá-los pelo período mínimo de 4 horas diárias  e de acordo com as recomendações do seu dentista, para cada caso.

Já no método realizado no consultório, o resultado é imediato e pode ser indicado para quem deseja modificar rapidamente a coloração dos seus dentes.

Existem duas formas de tratamento em consultório: com o uso de um laser de baixa potência ou com o uso de um gel mais potente que o caseiro, que é ativado por meio de uma luz de LED.

Outra possibilidade é o uso do tratamento caseiro conjugado com o do consultório, que ajuda a potencializar os benefícios de ambas as técnicas.

É importante salientar, contudo, que mesmo o tratamento caseiro deve ser feito seguindo as recomendações e com a supervisão de um dentista. Pois a moldeira é feita a partir das suas medidas e o gel é calculado de acordo com as necessidades de clareamento dos seus dentes.

Hoje, existem produtos vendidos em farmácias para o clareamento dental. Mas, não trazem os resultados desejados e como eles não necessitam da supervisão de um dentista, podem acabar agredindo os seus dentes, causando queimaduras, sensibilidade excessiva e outros problemas de saúde, justamente por não respeitarem as suas particularidades.

Quando feito da maneira correta, o clareamento dental pode trazer muitas vantagens para a sua autoestima, garantindo o sorriso que você sempre desejou. Se você gostou deste conteúdo, compartilhe-o em suas redes sociais!

Sobre o autor

Terceira Dentição

Deixar comentário.

Share This