Estética Bucal

Como tratar o tártaro nos dentes?

O tártaro nos dentes — ou cálculo dentário, como também é conhecido — é uma camada viscosa que se fixa na superfície dos dentes por causa dos restos alimentares presentes na boca que não são removidos durante a escovação.

O tártaro pode ser supragengival, quando é formado acima da borda da gengiva, na superfície dentária, ou subgengival, quando é encontrado abaixo do nível da gengiva. Nesse caso, não é possível visualizá-lo a olho nu.

Ficou curioso e quer saber mais a respeito da formação de tártaro nos dentes e como tratar esse problema? Então acompanhe o post.

Aprenda a identificar o tártaro nos dentes

Você pode identificar se possui tártaro nos dentes de uma forma muito simples. Basta examinar os dentes no espelho e observar se eles apresentam uma massa endurecida de coloração marrom ou amarelada. Ele, geralmente, se acumula entre os dentes e a gengiva.

Para identificar o tártaro acumulado abaixo das gengivas, o exame visual não é suficiente. Por isso, se você tem constantes inchaços e sangramentos na gengiva, deve procurar o dentista para que ele faça o diagnóstico.

Veja quais são os tratamentos para eliminar o tártaro nos dentes

Se você se descuidou da sua higiene bucal e o tártaro se acumulou em seus dentes, a escova de dentes e o fio dental não vão resolver. Então, você terá que marcar uma consulta no seu dentista para que ele faça a remoção.

A remoção do tártaro é feita com instrumentos especiais, como curetas e aparelhos de ultrassom específicos, juntos fazem a remoção mecânica do tártaro por meio de raspagem supra/subgengival, o aparelho de  ultrassom também promove a retirada da placa bacteriana acumulada na superfície dentária através do jato de bicarbonato.

É justamente para evitar o acúmulo de placa bacteriana e de tártaro nos dentes que os profissionais aconselham uma profilaxia completa no consultório, pelo menos uma vez ao ano.

Saiba como evitar a formação de tártaro nos dentes

Existem várias formas de evitar a formação de tártaro nos dentes. Veja algumas delas:

Ter boa higiene bucal

Como afirmamos anteriormente, a falta de higiene bucal é a principal causa da formação de tártaro. Por isso, se você quer evitar esse mal, deve escovar os dentes sempre após as refeições, pois isso impede que os restos de comida se acumulem nos dentes. 

Além disso, você deve usar o fio dental regularmente, pois a escova sozinha não consegue fazer uma higiene completa. Passe o fio pelo menos uma vez por dia, de preferência na escovação noturna, que é a mais importante de todas.

O fio dental é importante porque ele retira os restos alimentares que a escova não consegue.

Complemente a limpeza com um creme dental antibacteriano, que impede a proliferação de bactérias e dificulta a formação de cálculo dentário.

Ter boa alimentação

Alimentos açucarados também são ótimos aliados para a formação de placa bacteriana e tártaro. Por isso, tente evitá-los e consuma mais verduras, frutas e legumes, além de alimentos integrais.

Se o tártaro nos dentes não for eliminado, ele causará outras doenças bucais, como cárie e problemas na gengiva, que se não tratados a tempo podem levar à perda dentária.

Gostou do post de hoje e quer outras informações sobre doenças bucais? Então, curta a nossa página no Facebook e acompanhe as nossas postagens!

Sobre o autor

Terceira Dentição

Deixar comentário.

Share This