Saúde Bucal

5 cuidados para garantir a saúde bucal na terceira idade

A saúde bucal é um dos principais pontos para garantir um organismo saudável como um todo. Com o passar do tempo, porém, vamos ficando mais expostos a ter problemas na boca. Por isso, é fundamental ficar atento aos principais cuidados na terceira idade.

Todo o corpo sofre com os desgastes provocados pelos anos bem vividos, e a boca não poderia ser diferente. Quando chegam à terceira idade, muitas pessoas precisam fazer o uso de próteses, que requerem cuidados especiais.

Os medicamentos podem prejudicar a saúde bucal na terceira idade e precisam de atenção. Mesmo se você ainda estiver longe de chegar lá, certamente tem algum familiar ou amigo que já passou dos 60 anos.

Então, saiba como ajudar essa pessoa a garantir sua saúde e seu bem-estar com as dicas que vamos dar neste post:

1. Higiene para saúde bucal na terceira idade

Depois dos 60 anos, estamos muito mais expostos a uma série de problemas, como a xerostomia — também conhecida como “boca seca” — e as cáries. Portanto, o cuidado que você sempre teve com a sua higiene bucal deve ser redobrado na terceira idade.

O idoso precisa escovar bem os dentes, três vezes ao dia, e fazer uso diário do fio dental. Se ele não tiver mais os dentes, precisará fazer a higiene das gengivas, com uma solução de digluconato de clorexidina aplicada com uma gaze — caso use prótese total ou parcial, é necessário dedicar atenção a ela também.

A prótese deve ser escovada antes de dormir, depois de acordar e após cada refeição para evitar a acumulação de placas. Além disso, ela deve ser deixada de molho em um recipiente com água durante a noite, — dormir com a prótese pode gerar um estresse dos músculos da face.

2. Creme dental para dentes sensíveis

Outro problema mais comum na terceira idade é a sensibilidade nos dentes. Isso ocorre pois, com o passar dos anos, a gengiva tende a se retrair, deixando a raiz dos dentes exposta.

A retração da gengiva pode causar dor quando o paciente ingere líquidos quentes ou frios. Em alguns casos, ele também pode sentir o incômodo ao comer alimentos doces ou amargos. Os cremes dentais específicos ajudam a tirar um pouco dessa sensibilidade.

3. Atenção às gengivas

É importante analisar regularmente suas gengivas e ver se elas têm aparência normal. Além da retração, outro problema comum na terceira idade é a gengivite, ou inflamação nessa mucosa.

Gengivas esbranquiçadas, com feridas, sangramentos ou bolhas são um sinal de alerta.

4. Conversa com o dentista

Doenças crônicas — como diabetes, hipertensão e colesterol alto — e suas medicações podem ter consequências para a saúde bucal. Assim, na consulta de rotina, o idoso deve conversar com o dentista e informar sobre suas condições de saúde.

Sabendo como vai o bem-estar do idoso e quais medicamentos ele consome, o profissional dentista terá mais meios de tratar e prevenir os problemas típicos da terceira idade.

5. Atenção à hidratação

Na terceira idade, é normal as pessoas desenvolverem uma tendência a beber menos água. Além dos problemas que isso gera para todo o organismo, a boca também sofre, pois com a idade fica mais comum a xerostomia.

Há diversas medidas que podem ser tomadas para combater esse problema. Mas a mais simples delas é ficar atento à hidratação do idoso. Mesmo se ele não demonstrar ter sede, é importante insistir para que beba água, tome sucos naturais e coma frutas.

Falando em frutas, você sabia que a alimentação pode ser uma boa ferramenta para ter uma boca bonita e saudável? Agora que você já sabe quais cuidados tomar com a saúde bucal na terceira idade, leia nosso post sobre alimentos que te ajudam a manter a saúde da sua boca e previna-se de vários problemas.

Sobre o autor

Terceira Dentição

Deixar comentário.

Share This